terça-feira, 28 de junho de 2011

Regularização das Lan houses trará lucratividade

Hoje em dia, é conhecido por todos, que muitas Lan houses ainda funcionam na informalidade, no entanto, há um projeto de lei que pretender mudar esta realidade.


Hoje em dia, é conhecido por todos, que muitas Lan houses ainda funcionam na informalidade, no entanto, há um projeto de lei que pretender mudar esta realidade. O principal objetivo é trazer benefícios aos donos dos locais não licenciados.
O projeto  de lei 4.361 de 2004, de autoria do deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) pretende formalizar as lan houses e tirá-las da categoria de "casa de jogos" para "Centros Privados de Acesso à Internet". O texto já foi aprovado na Câmara e segue para o Senado.
Com a regularização das conhecidas Lan houses, será possível transformar o ambiente atual em centros de inclusão digital e assim, tirar a imagem negativa que muitas pessoas tem sobre as tradicionais, também associadas como “casas de jogos”. O usuário, ao comparecer em uma Lan house, conforme o projeto de lei, terá que apresentar seu RG e assim realizar um cadastro.
Muitas empresas estão otimistas com a possibilidade do projeto de lei, visando claro, nas grandes oportunidades de negócio que surgirão. O dono que tiver tudo regularizado e cumprir todas as exigências impostas também será muito beneficiado, já que, terá redução de impostos e ainda descontos na compra de máquinas.
De acordo com a Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital, a formalidade irá movimentar cerca de R$ 1 bilhão no segmento de lan houses. "No entanto, a meta só será atingida se a oferta de acesso à rede for complementada com outros tipos de serviços, como por exemplo alimentação e copiadoras. Existem casos em que a Lan House vira um centro de capacitação de ensino a distância, aplicação de cursos etc", disse Mario Brandão, presidente da Associação Brasileira de Centros de Inclusão (ABCID).
Segundo um estudo da Brasscom, as classes C e D são as que mais utilizam lugares públicos para ter acesso à internet.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.